Veja como se planejar para uma viagem internacional

Veja como se planejar para uma viagem internacional

Para você não correr o risco de transformar sua viagem internacional em férias frustradas, montamos um guia com 6 dicas para planejar sua viagem antes do embarque. Além do tempo, o dinheiro deve pesar nas suas escolhas. A seguir, você verá alguns detalhes que vão fazer a diferença para você viajar tranquilamente.

1. Estude o destino e o deslocamento

Depois de definir o seu destino, pesquise sobre o lugar. Conheça as regras, como a obrigatoriedade de vacinação, e os pontos mais interessantes do destino da viagem, traçando um roteiro coerente com a quantidade de dias que você tem para viajar.

A sua viagem vai passar por mais de uma cidade? Estude as melhores formas de ligar uma cidade à outra e pesquise as empresas locais de trem, avião, ônibus ou até mesmo de aluguel de carros, contando as horas que perderá com os deslocamentos.

2. Defina o seu orçamento

Tenha em mente o quanto você pode gastar em toda a viagem e saiba que as cidades têm custos diferentes entre si. A cidade de Nova Iorque, por exemplo, é muito mais cara para os turistas que Budapeste. Defina de antemão um valor diário para as refeições, compras, transportes, ingressos para atrações, entre outros gastos necessários. Entre em sites especializados ou converse com quem conhece o seu destino para ter uma ideia do gasto médio diário com que você terá de arcar.

3. Compre moeda estrangeira

Em geral, o ideal para viagens internacionais é levar dinheiro em espécie, com câmbio feito no Brasil, e usar pouco o cartão de crédito, já que as suas taxas são muito altas. Para maior segurança, vale optar pelos cartões pré-pagos que você pode comprar nas casas de câmbio, mas tenha em mente os 6,38% de IOF que são cobrados nessas operações. Acima de tudo, fique de olho na cotação da moeda e assista aos noticiários econômicos para garantir a melhor taxa.

4. Faça um seguro viagem

Antes de viajar, faça um seguro viagem ainda no Brasil. Alguns cartões de crédito internacionais oferecem esse serviço. Mas, se não tiver, você pode contratar o seguro diretamente de uma agência de turismo ou uma seguradora para evitar dores de cabeça no meio da viagem.

5. Prepare-se para a alfândega

Na volta para o Brasil, poderá ser necessário declarar os bens tributáveis adquiridos do exterior e os seus respectivos valores. Se o valor total de bens tributáveis exceder a cota de isenção fiscal para o seu tipo de viagem, o viajante terá de contribuir com a alíquota de 50% sobre a quantia excedente. Por isso, guarde as notas ficais para comprovar os valores dos itens comprados durante a viagem.

6. Pesquise sobre seguro bagagem

Uma das maiores frustrações que se pode ter durante uma viagem é ter a bagagem extraviada. O seguro bagagem aparece como uma solução para casos como este. Normalmente, os seguros cobrem extravio, roubo, furto ou destruição da bagagem, portanto, vale a pena contar com essa proteção se sua viagem durar mais de sete dias. Porém, o seguro de malas não cobre perda, roubo ou furto de objetos de dentro da mala, nem mesmo atraso na entrega. Por isso, assim que notar que sua bagagem foi extraviada, dirija-se a um atendente da companhia de viagem e preencha o formulário adequado para essa situação. A companhia tem até 21 dias para localizar sua mala e terá de pagar a indenização, caso esse prazo não seja obedecido.

Realize a sua viagem internacional!

Agora você já deve ter mais confiança para planejar a sua viagem para o exterior, sabendo que todos os detalhes estão mais claros. Para completar, faça uma checklist e garanta que nada ficará para trás. E tenha uma boa viagem!

Se quiser receber mais de nossas dicas para sua viagem internacional, siga-nos nas redes sociais e não perca nenhuma novidade!

//]]>