Vai viajar? Veja como não perder dinheiro no câmbio de moedas

Vai viajar? Veja como não perder dinheiro no câmbio de moedas

Está planejando uma viagem internacional e surgiram dúvidas sobre como não perder dinheiro no câmbio? De fato, esse assunto pode ser chato para quem não se interessa por economia e nem entende de movimentação de valores.

Queremos simplificar tudo isso e facilitar a troca de dinheiro na sua próxima viagem. Por isso, preparamos um guia especial para você! Confira agora mesmo e tire todas as suas dúvidas:

Como não perder dinheiro no câmbio?

O primeiro passo para evitar perder dinheiro é diminuir a quantidade de conversões de moedas ao máximo. Em alguns países, o comércio voltado aos turistas aceita dólares como pagamento. Por ser considerada uma moeda forte, você não terá problemas com desvalorização na hora de fazer a troca fora do Brasil.

Caso vá viajar para países com moedas de baixa circulação, escolha comprar dólares, pois, além da dificuldade em consegui-las, a cotação tende a ser desvantajosa no Brasil, se comparada a trocar no país que você visitará. 

Também não compre a moeda errada só porque ela está mais barata. Um bom exemplo disso é comprar dólares indo para a Inglaterra. Quando chegar lá, você terá que trocar de novo por libras  ou seja, novas taxas serão aplicadas na conversão, fazendo você perder dinheiro.

Posso levar reais para outros países?

Não leve reais para sua viagem, exceto se o destino visitado for Buenos Aires, Montevidéu, Punta del Este, Colônia do Sacramento, Santiago e Valparaíso. Isso porque nessas cidades existe demanda pela nossa moeda, então a cotação costuma ser boa.

Mesmo assim, prefira levar uma pequena quantidade em reais e leve a maior parte em dólares, pois a troca tende a ser mais vantajosa.

Devo guardar o que sobrou em dinheiro da viagem?

Quando planejamos uma viagem internacional, fazemos orçamentos de quanto é necessário para cobrir transporte, hospedagem, alimentação, passeios e compras. É normal que exista uma margem de sobra para essas despesas, inclusive considerando imprevistos.

No entanto, ficar com dinheiro guardado em casa, se você não pretende viajar nos próximos dois anos, pode ser uma grande cilada! Vai que a sua residência é roubada?

Além disso, moedas podem sofrer grande desvalorização e cédulas podem passar por atualizações, deixando você com uma quantia sem qualquer valor.

Nunca guarde dinheiro de baixa circulação na volta de uma viagem. Por serem consideradas “moedas fracas”, você pode não conseguir trocá-las no Brasil. 

Tome cuidado redobrado com países que possuem economia  instável, já que as moedas podem sofrer grandes desvalorizações. É o caso de pesos, soles, rands, florins, liras e quetais.

Moedas metálicas não costumam ser aceitas na troca em casas de câmbio, então coloque-as para circular enquanto estiver fora do país. Guarde apenas uma para recordação, se for o caso. Aconselhamos apenas acumular dólares ou euros para uma próxima viagem, desde que você fique atento às cotações para não perder dinheiro.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto, compartilhe esse conteúdo nas redes sociais para que seus amigos também fiquem informados e agradeçam por alertá-los sobre como não perder dinheiro no câmbio!

//]]>