Será que viajar pelo Brasil sai mais em conta do que escolher um destino internacional

Será que viajar pelo Brasil sai mais em conta do que escolher um destino internacional

Escolher um destino para as férias tem se tornado uma missão difícil para os brasileiros e a quantidade de opções já não é mais o “x” desta questão, mas, sim, o valor do dólar.

O câmbio alto tem feito muitas pessoas acreditarem que, apostar em um destino nacional, no momento, é a melhor opção para quem quer viajar. Será? Os custos são tão mais baixos assim? Será que não existe algum destino internacional que compense ia alta do dólar?

No post de hoje, vamos desmistificar esta questão e lhe ajudar a escolher o destino perfeito para sua próxima viagem! Acompanhe:

Como calcular o valor de uma viagem?

Sim, é por aí mesmo que você deve começar: tentando descobrir quanto irá gastar durante os dias em um determinado destino. E para simular estes gastos, hoje em dia existem inúmeras opções.

Voos Nacionais x Internacionais

Em sites, como o Decolar, você pode simular o valor das passagens e pesquisar por destinos nacionais e internacionais. Por exemplo, ao comparar passagens saindo de São Paulo para a Argentina, a viagem fica quase mil reais mais barata do que a Fernando de Noronha.

Esta é apenas uma situação e tudo muda de acordo com seu local de saída e chegada. Mas vale a pena fazer estas comparações para descobrir que nem sempre os destinos nacionais são mais baratos.

Além disso, existem sites e aplicativos que geram alertas de voos promocionais. São descontos que valem muito a pena e vão fazer você trocar de ideia para um destino internacional rapidinho!

O valor das diárias

A mesma pesquisa deve ser feita em relação aos hotéis ou hostels na cidade que você pretende ficar. Vamos a mais um exemplo: uma diária na cidade turística de Canela, no Rio Grande do Sul ou na cidade de Miami, na Flórida, podem custar praticamente a mesma coisa fazendo a conversão. Então, não vale mais dizer que se hospedar no Brasil é mais barato, porque isso nem sempre é verdade.

Coloque as refeições na ponta do lápis!

Afinal, você também precisa se alimentar durante sua viagem. Para saber se vai gastar mais no Brasil ou nos EUA, por exemplo, é preciso – de novo – comparar!

Vamos começar jogando baixo, ok? Quanto você gastaria para comer um Big Mac aqui no Brasil? Uma média de R$18, certo? E na Califórnia? Aproximadamente U$5. Com a cotação atual, fazendo a conversão, os valores ficam quase os mesmos.

Vale a pena se informar. Em países como os Estados Unidos, por exemplo, é muito fácil e barato se alimentar. Existem rodízios de pizza por no máximo U$10, restaurantes ótimos nos quais se gastam uma média de U$20 por pessoa, sem contar o supermercado, onde é possível comprar suprimentos para todos os dias sem gastar tanto.

Levantamento geral

Tendo tudo isto na ponta do lápis e acrescentando, ainda, informações como transporte (que no Brasil costuma ser bem caro) e entrada para atrações, você poderá fazer uma comparação completa. No portal Quanto Custa Viajar fica ainda mais fácil, pois, por lá, todos os cálculos já estão prontos e você pode ver que passar um dia em Vancouver, no Canadá, é mais barato que passar o mesmo dia em Teresina, no Piauí (R$228 contra R$185).

A dica final é: acompanhe a cotação do dólar diariamente. Assim, você vai ver que a moeda está baixando e que, dependendo do destino, ir para fora pode ser muito mais vantajoso. Ah, não esqueça que, neste quesito, o Bidollar pode lhe ajudar!

Você já fez as contas de quanto gastaria para fazer uma viagem para um destino internacional? Conte para gente pelos comentários! 

//]]>