Jogar Tênis: Os 7 destinos mais procurados para quem jogar tênis

Jogar Tênis: Os 7 destinos mais procurados para quem jogar tênis

Jogar tênis faz bem tanto para a mente como para o corpo. Esporte que exige do praticante um bom condicionamento físico, exercita diversos músculos do corpo durante uma partida, além de ser um excelente treino de concentração.

Entre seus benefícios apontados pela ciência estão: desenvolvimento de novos neurônios, melhora na flexibilidade, coordenação motora e equilíbrio, redução do estresse e fortalecimento dos ossos.

Cada vez mais popular graças também a nomes mundialmente famosos no esporte, como Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni, muitos brasileiros tem saído em busca de informações sobre como começar a jogar tênis.

Pensando na popularização do esporte, elaboramos um guia com os sete destinos mais procurados para quem deseja se aventurar pelas quadras e algumas dicas para aproveitar melhor o tênis.

Porque jogar tênis?

Apesar das vantagens que trouxemos no início deste texto, algumas pessoas ainda podem se perguntar por que jogar tênis, um esporte considerado elitista e caro, o que afasta muitos talentos em potencial.

Embora seu custo seja alto em comparação a outros esportes, o tênis é uma atividade democrática, que pode ser praticada por pessoas de qualquer faixa etária.

Além disso, é ideal para o fortalecimento dos músculos das pernas, braços, abdômen, ombros e costas e ajuda também a perder peso. Em uma partida de tênis é possível perder de 500 a 800 calorias.

benefícios jogar tênis

Jogar tênis ajuda ainda a melhorar a agilidade, tempo de reação e reflexo de seus praticantes e estimula o pensamento estratégico, pois para vencer uma partida é preciso desenvolver uma boa técnica de jogo.

Destino 1: Austrália

Terra do tenista Nick Kyrgios, a Austrália é um destino muito procurado para quem deseja jogar tênis fora do Brasil. Sediando os dois primeiros torneios da modalidade do ano, o país oferece aos jogadores, profissionais ou amadores, excelentes instalações.

Em Melbourne, por exemplo, o jogador de tênis pode conhecer a Arena Rod Laver, principal instalação do Australian Tennis Open. Além de conhecer áreas exclusivas, é possível alugar uma quadra e jogar tênis onde os melhores esportistas do mundo conquistaram importantes vitórias.

Destino 2: Paris

A capital da França oferece aos amantes do esporte inúmeras alternativas para jogar tênis por um custo acessível. É possível, por exemplo, alugar uma quadra pública na cidade, realizando a reserva via internet.

Neste caso é preciso apenas se cadastrar no site e verificar se o espaço que você se interessou está livre para locação. As quadras podem ser locadas avulsas, para apenas uma partida, ou via aquisição de um carnê, que permite ao tenista 10 horas de acesso ao local.

Esta última forma de locação embora mais cara é  mais vantajosa, pois permite que você remarque a partida caso seu oponente não compareça, ou você não encontre um tenista contra quem competir a tempo.

Não tem equipamentos? Não tem problema. Estes espaços também costumam oferecer meias, raquetes e bolinhas a quem os aluga. Os valores cobrados para aquisição dos produtos são cobrados à parte da tarifa de locação.

Destino 3: Orlando

Embora pareça inusitado, a terra do Mickey Mouse é uma boa alternativa para quem deseja jogar tênis enquanto faz um passeio com a família. Dentro do Walt Disney World Resort foi inaugurado recentemente o ESPN Wide World of Sports.

Com dez quadras, o complexo oferece toda a infraestrutura para pais e outros interessados em praticar o esporte enquanto a família ou amigos se diverte em um dos diversos parques temáticos da Disney.

Nos meses de alta temporada é possível, inclusivamente, treinar com técnicos conceituados e melhorar sua performance como tenista. Os preços são variados e os pacotes disponíveis podem ser ajustados de acordo com os objetivos e necessidades de quem os procuram.

Destino 3: Madri

A capital espanhola é outro destino muito procurado para quem está em busca de bons locais para jogar tênis ou assistir os melhores jogadores do mundo em torneios de elite.

As instalações da La Chapera, situada no Parque do Retiro merecem uma visita. O local conta com diversas quadras de tênis, que permitem ao visitante jogar tênis em uma grande área verde localizada no centro de Madri.

Outro destino muito procurado é o Canal de Isabel II, com quadras de cimento ou saibro, utilizadas também pela Federação Espanhola de Tênis para o treinamento de seus atletas de elite.

Destino 4: Inglaterra

A terra da rainha é um destino tradicional para quem procura um bom lugar para jogar tênis. Sem dúvida, as melhores instalações estão no bairro de Wimbledon, sede do renomado torneio da modalidade.

A área, aliás, respira história. O local onde estão instaladas as tradicionais quadras de grama surgiu em 1868, como um clube particular voltado à prática do críquete.

O tênis começou a ser praticado no local muito depois, e apenas para organizar fundos para a manutenção da área.

Se além de jogar tênis você se interessa pela história do esporte, a dica é visitar o Museu de Wimbledon, instalado no complexo. Ali é possível conferir a evolução dos equipamentos do esporte, ver os troféus e conhecer a identidade de todos os vencedores do torneio mais tradicional do tênis.

Agora, se você está em busca de um local mais tranquilo e com menos fila de espera para jogar tênis pode escolher algumas das quadras espalhadas por Londres.

Embora os espaços cobrem taxas, os preços praticados são bem menores, e é possível encontrar quadras cobertas, detalhe imprescindível em uma cidade conhecida pelos dias nublados e chuvosos.

jogar tênis

Destino 5: São Paulo

Embora o Brasil seja considerado a terra do Futebol, a capital paulista possui boas instalações para quem deseja aprender a jogar tênis ou participar de algum campeonato, profissional ou amador.

Para os iniciantes, a dica são as aulas gratuitas oferecidas pela Prefeitura em centros esportivos espalhados pela capital. Já para os que estão dispostos a gastar, a cidade conta com excelentes espaços privados.

Um deles é o Tênis Clube Paulista. Com diversas quadras de saibro, o clube oferece tudo o que praticante do esporte precisa, seja ele um praticante assíduo ou alguém que está apenas dando os primeiros passos no esporte.

Destino 6: Roma

Sede do charmoso Masters 1000 de Roma, a capital italiana oferece a atletas, amadores ou experientes, excelentes espaços para quem deseja jogar tênis e acompanhar o trabalho dos melhores no esporte.

Embora não possua muitas quadras públicas, a cidade conta com diversos clubes, onde as quadras, em geral de saibro, podem ser locadas para que os viajantes disputem partidas entre si ou com os frequentadores do local.

Destino 7: Canadá

Sediando o Aberto de Montreal, o Canadá é outro destino muito procurado por atletas que desejam jogar tênis em cidades-sede de importantes competições da modalidade.

No país é possível encontrar quadras públicas ou clubes comunitários, além dos espaços privados. Nos clubes é possível entrar apenas se o atleta se tornar um membro do local.

Já nas quadras públicas é possível encontrar locais com cobertura de boa qualidade, administradas por empresas, ou o bom e velho cimento, estas de responsabilidade da prefeitura das cidades canadenses.

No entanto, isso não é um empecilho para quem deseja jogar tênis em terras canadenses. Caso não possua o equipamento correto ou precise repor algo é possível adquirir o que falta em lojas especializadas espalhadas nos arredores.

Com tantas vantagens, e com nossos destinos à mão, que tal escolher sua melhor raquete, selecionar uma quantidade de bolinhas e sair para uma partida de tênis?