Greve dos correios: 3 opções práticas e eficazes para correios em greve

Greve dos correios: 3 opções práticas e eficazes para correios em greve

Não é segredo pra ninguém que o Brasil é um autêntico campeão das graves, principalmente quando fala-se da área dos correios, onde não houve um ano sequer que passou se sem que houvesse uma greve dos correios desde 2003 até os dias atuais (Segundo dados da central sindical popular).

E quando há esse tipo de greve quem saí a perder são justamente os utentes dos serviços de entrega de encomendas, sendo que os que mais são afetados, são os empreendedores do comercio eletrônico, onde a logística de entrega é crucial para a operação cotidiana deste tipo de lojas.

E sem falar que a minoria dos milhares de usuários particulares dos serviços dos correios, também são prejudicados quando as suas encomendas, as quais podem ser de caráter urgente, não chegam dentro do prazo estabelecido aos seus familiares ou amigos.

Então, a primeira pergunta é, como não ser muito afetado com a greve dos correios?

A primeira medida lógica para evitar futuras insatisfações por parte dos clientes, é informando-os (enviando um email para a sua base de clientes e colocando um comunicado na Home) deque devido a paralisação dos serviços dos correios as encomendas que forrem a ser efetuadas podem chegar fora do prazo normal de entrega.

E desta forma o cliente fará a escolha de comprar o produto consiste de que pode haver atrasos na entrega do mesmo, evitando desta forma clientes insatisfeitos pela falta de informação.

Com esta medida aplicada você estará evitando também custos em ter que fazer uma logística inversa, além de ter que fazer a devolução do valor que o cliente gastou para comprar o produto.

Outra medida que pode ser igualmente vantajosa tanto no evitar transtornos com os clientes bem como para dar maior enfoque a imagem da sua empresa em relação a concorrência, é o atendimento de qualidade que você deve dar ao cliente.

“Entenda melhor com sair a frente da concorrência nesses momentos, já seguir”

Com a paralisação do serviço dos correios, com certeza muitos clientes seus que estão à espera dos seus produtos irão entrar em contato com o suporte da empresa, por isso, vá até eles antes deles virem até si por meio de atendimento personalizado, para sanar as dúvidas que estes tiverem acerca desta “possível demora”, e nada de limitar-se apenas no comunicado deixado na Home da página web.

“Com estas medidas aplicadas, você já pode começar a pensar em opções para não prejudicar o seu e-commerce, saiba quais, já a seguir”

#1 Opção para envio: As transportadoras

Os Prestadores de Serviços Logísticos (PSL) particulares – como a Fedex, Gollog e UPS – são uma ótima opção para quem deseja manter o ritmo de operação da empresa normal segundo recomendação da IDEC. Mas é preciso tomar algum cuidado antes de escolher um serviço privado para o envio de encomendas.

“Veja algumas dicas úteis na hora de escolher um serviço privado, logo abaixo”

Visite alguns fóruns relacionados ao assunto, porque em comunidades web há sempre proprietários de e-commerces como você, que deixaram perguntas e já foram respondidas sobre a contratação de serviços de transporte de encomendais pontuais.

Dê preferência a transportadoras locais: a proximidade da transportadora e os locais de coleta dos produtos, é determinante no momento da negociação do preço pela prestação do serviço e a eficiência nas entregas, por isso, não cometa a grave falta de escolher uma transportadora que encontra-se longe dos pontos de coleta dos seus produtos.

#2 Opção para não atrasar pagamentos: O planejamento

Infelizmente não são só as encomendas que são afetadas com a paralisação dos correios, os boletos também podem espirar bem antes do consumidor ter recebido a cobrança, o que pode causar dias de atraso do pagamento das contas.

Para evitar esses atrasos que podem acarretar-te juros e multas decorrentes disso, o recomendável é fazer um planejamento das contas, marcando as épocas em que elas normalmente chegam.

E desta forma, caso você perceba que alguma conta está demorando chegar, ou seja, está fora do prazo normal estabelecido no seu planejamento, você pode muito bem contatar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do credor e solicitar outro meio para efetuar o pagamento.

Em condições normais o credor irá enviar lhe uma segunda via do boleto sob a forma de uma cobrança por email ou fax, depósito bancário ou por um código de barras para o pagamento em uma caixa eletrônica. E caso o credor não forneça nenhuma forma alternativa de envio, você pode ficar tranquilo, pois segundo IDEC, a dívida não poderá ser cobrada em juros.

#3 Opção completa para envio: Mandaê

A Mandaê é uma Startup desenvolvida por dois empreendedores com o objetivo de ajudar os micro e pequenos empreendedores no transporte de encomendas, retirando os produtos na empresa, empacotando e transportando aos consumidores.

Sem falar que a Mandaê também conta com um serviço eficiente composto pelas melhores transportadoras do país, a Freedom, que também conta com os melhores preços e prazos.

Então, não deixe de aplicar as das medidas apresentadas nestas opções e mantenha normalizado o ritmo de operação da sua loja virtual durante a greve dos correios.

//]]>