Erros comuns ao comprar dolar

Erros comuns ao comprar dolar

Tanto no mercado oficial, como no paralelo, existem algumas recomendações que se deve considerar para se ter sucesso no delicado e complexo processo de aquisição de moeda estrangeira. Desde os horários em que você tem que levantar-se, passando pela forma de aproximar-se de um arbitro ou até mesmo as chaves para conseguir um bom preço na hora de fazer a operação.

Centenas de contribuintes que contam com a validação da AFIP para aquisição de moeda estrangeira, não puderam concretizar os últimos dias de suas operações cambiais porque o sistema do ente arrecadador deixa de funcionar no momento de fazer a transação. Neste sentido, é fundamental o horário em que se realiza o pedido na filial. É que o sistema pode funcionar uma hora por dia, ou até quinze minutos por hora. O que sim é certo é que se alguém se apresenta na casa de câmbio ou banco bem cedo pela manhã, às 10 hs., então se atribui mais rapidamente a AFIP a quantidade de dólares para vender durante o dia. Passada essa hora, é provável que a operação não possa ser concretizada.

O sistema da AFIP autoriza a compra de u$s 100 por dia por pessoa. De todas formas, existe a necessidade de que o pedido seja feito na moeda corrente e que a resposta da AFIP também se manifeste nessa moeda.

Muitos “clientes” do mercado informal aceitam, sem dizer uma palavra, os valores que o arbitro ou operador informa. É um erro, já que se existe um valor de mercado que evolui ao longo da jornada, também há margens que operam com aqueles que fazem as operações que podem ser mais vantajosos para quem está disposto a comprar bilhetes.

Outro dado, mas ao contrário, é que, no caso de venda de dólares, os bilhetes podem se pagar menos. Os de u$s 1 diretamente não são aceitos, já que demoraria muito tempo para contá-los. Os de u$s 5, us$10 e u$s 20 pagam r $ 0,10 a menos que as notas grandes, que são os de u$s 50 e os de u$s 100.

A recomendação abre as portas do ‘paraíso’, já que elimina de uma só vez as barreiras de desconfiança que, por seu trabalho, o arbitro esboça de antecedência. Mesmo mencionando a um bom cliente, você pode obter um preço vantajoso.
Se o fim de semana é ‘seu’ momento, então não pense duas vezes. Se houver tempo e se pode antecipar, convém não realizar processos no domingo, já que este é o dia de pior cotação em qualquer caso.

Se alguém quer comprar dólares, podem cobrar $ 8,50 porque, como as mesas de dinheiro estão fechadas, não sabem a quanto pode chegar a abrir no dia seguinte. Além disso, os domingos são muito poucos rentáveis, portanto, há menos concorrência.

Aos sábados, se bem que o mercado não opera, a concorrência é maior, então os preços podem competir um pouco mais.

//]]>