Cotação do dolar alta: descubra o que fazer em NY sem gastar nada

Cotação do dolar alta: descubra o que fazer em NY sem gastar nada

A alta cotação do dólar tem alterado diversos roteiros de viagem nos últimos tempos. No lugar de passeios de compras e outlets, ganham espaço os museus com entrada franca. Ao invés dos parques de diversão com entradas consideravelmente altas, ganham lugar os parques ao ar livre e suas atrações naturais.

Pois é, é preciso usar a criatividade para poder curtir a cidade sem gastar muito e, felizmente, a maioria delas possui centenas de opções disponíveis. No artigo de hoje, vamos explorar a cosmopolita Nova Iorque e tudo o que ela pode oferecer no melhor estilo for free, especialmente para quem quer fugir da alta cotação do dólar. Confira!

6 atrações gratuitas para curtir Nova Iorque

#1. O clássico Central Park

Seja no calor do verão, em meio à neve do inverno, ou então repleto de flores ou folhas da primavera ou outono… O Central Park sempre é uma boa pedida, independentemente da época do ano.

Nos seus, aproximadamente, 340 hectares, é possível ver um pouco de tudo: pistas de patinação, restaurantes variados, lagos, bancos em meio às árvores ou ainda o memorial Strawberry Fields, em homenagem a John Lennon.

#2. Um passeio pela Estátua da Liberdade

Você pode chegar muito perto do maior símbolo dos Estados Unidos totalmente de graça. Isso porque existe uma balsa gratuita que faz um passeio completo em volta da ilha que sedia a Estátua da Liberdade, o que ajuda a economizar em tempos de alta cotação do dólar.

No entanto, para subir até o topo dela é preciso pagar ingresso e há, ainda, um limite diário de 300 visitantes.

#3. A imponente ponte do Brooklyn

Conhecer o Brooklyn é praticamente obrigatório para quem vai até Nova Iorque, isto porque, junto com Manhattan, é o condado mais famoso da cidade.

Para contemplar sua famosa ponte, e driblar a alta cotação do dólar, vale a pena visitar o Park da Ponte – Brooklyn Brigde Park -, onde é possível fazer um delicioso piquenique no pôr do sol e ainda ter uma bela vista de Manhattan.

#4. Conhecer as Atrações Culturais

Isso inclui o MoMa (Museu de Arte Moderna), o Museu de História Natural ou ainda a Biblioteca Central de Nova Iorque. Todos eles, além da entrada gratuita, ainda possuem os maiores acervos culturais e históricos do país.

#5. Tirar o dia para conhecer os símbolos da cidade

Além da Estátua da Liberdade ou do Central Park, existem algumas atrações que são a cara de Nova Iorque. Uma delas é o Grand Central Terminal. O Terminal de trem de NY é considerado o maior do mundo e, por lá, além da arquitetura de tirar o fôlego, é possível encontrar restaurantes, lojas e alguns bares.

Outro símbolo da cidade era o famoso World Trace Center, dizimado pelos ataques terroristas em 2001. Hoje, no lugar dele está situado o Groud Zero Memorial, uma espécie de chafariz invertido para o solo construído em homenagem às vítimas do ataque. Por lá também está situado o Museu do 11 de setembro, mas este cobra a entrada de visitantes. .

#6. Passar uma tarde no High Line Park

O High Line Park tem sido uma das atrações mais comentadas de NY nos últimos tempos, principalmente por quem quer diminuir os efeitos da cotação do dólar na viagem. O parque elevado, que tem a extensão de mais de 30 quadras, oferece um passeio pelo meio da arquitetura da cidade que, para alguns, é uma verdadeira exposição de arte a céu aberto.

Por lá, é possível encontrar intervenções artísticas, vislumbrar o skyline da cidade, tomar uma cerveja em um barzinho ou ainda fazer uma refeição em algum restaurante. O mais legal disso tudo é que, antigamente, passavam pelo local os antigos trens da cidade. Por isso o nome, que vem de “trilhos elevados”.

Viu só? É possível fugir da cotação do dólar e aproveitar NY sem gastar nada, ou muito pouco – e estas foram apenas algumas das atrações gratuitas oferecidas. Há, ainda, muito mais a ser explorado na cidade.

Conte para a gente o que achou destas dicas, e, na hora de fazer a cotação do dólar, lembre-se que o Bidollar oferece as melhores taxas do mercado! Até a próxima!

//]]>