Comprar Dólar no Cartão Pré-Pago, Cartão de Crédito ou Dinheiro? Como comprar Dólar!

Comprar Dólar no Cartão Pré-Pago, Cartão de Crédito ou Dinheiro? Como comprar Dólar!

Realizar o planejamento de uma viagem é um dos primeiros passos para a sua aventura, são pesquisados o local de destino, as passagens mais baratas, hotéis, pontos turísticos e o último ponto a ser pesquisado é o dólar!

Infelizmente nós sabemos que o real é apenas aceito no Brasil, por isso, é necessário pensar em qual será a melhor maneira de carregar o dólar com você.

Atualmente existem algumas opções, como o cartão pré-pago, cartão de crédito e o dinheiro vivo, de acordo com o Ministério do Turismo. Mas qual entre elas é a melhor opção? Qual é a mais segura? Se você está em dúvida, vamos tentar te ajudar!

Compra de dólar no cartão pré-pago

Vamos começar com uma opção bem diferente, que é o cartão pré-pago, a princípio, a sua proposta é bastante interessante. Em resumo, você adiciona todo o crédito que deseja e utiliza da maneira que você quiser!

E aqui já começamos algumas vantagens do cartão pré-pago, ele não tem nenhum tipo de taxa, o valor é diretamente debitado do seu saldo atual. A principal dica é ter cuidado no momento do saque em caixas, pois, podem ter taxas acrescentadas.

E vamos a uma desvantagem sobre o pré-pago, o valor da taxa de IOF fica na faixa de 6% assim como a taxa de câmbio que deve ser paga, em média o valor encarece entre R$ 0,30. E caso você precise recarregar o seu cartão mais vezes, deve utilizar a mesma casa de câmbio que fez a recarga. A boa vantagem disso, é que caso você não consiga realizar a recarga, pode pedir para outra pessoa fora do país, recarregar pra você.

Ele é uma ótima opção para não levar durante a viagem somente o dinheiro, é uma ferramenta bastante segura, que exige apenas bastante planejamento para a recarga. Só tenha certeza de colocar a moeda como dólar, caso a moeda do país visitado não seja o dólar, você terá que pagar a diferença.

Compra de dólar no cartão de crédito

A primeira coisa que a gente pensa quando vai fazer uma viagem é: conseguir um cartão de crédito internacional. Querendo ou não, é um dos itens de pagamentos mais básicos que você deve ter. Lembrando que você deve habilitar o seu uso para ele funcionar.

Porém, vamos destacar alguns pontos a respeito da sua importância e suas desvantagens. Infelizmente, não são todos os bancos que fazem a conta correta dos seus gastos, a maioria aumentam o valor do dólar na sua fatura. Além do IOF, enquanto para o dinheiro é cobrado a média de 1,1%, para o cartão de crédito o valor chega até 10% em cima do dólar.

A diferença não é gritante, conta apenas com a diferença de centavos, mas para cada centavo alterado, já pode prejudicar o bolso de quem quer economizar lá fora.

Você também terá que pagar o valor da taxa cambial, mas essa só vai aparecer durante o vencimento da sua fatura. E lembre-se de usar o cartão em locais que a moeda seja o dólar, caso contrário, entramos no quesito de você ter que pagar a diferença entre as duas moedas. E caso você queira sacar o seu dinheiro, pense muito bem, pois, compensa mais levar o seu próprio dinheiro, já que da mesma maneira você terá que pagar taxas.

Sei que você deve estar pensando que só destruímos todas as informações com o cartão de crédito, mas vamos focar em um ponto muito importante sobre ele. O cartão de crédito te fornece segurança, o que é uma estratégia excelente, além de ficar andando apenas com dinheiro. E também, tem o limite, que em ocasiões emergenciais pode ser usado.

Compra de dólar em dinheiro

Ter o dinheiro em mãos sempre pode parecer uma ferramenta mais rápida e eficiente. A primeira dica é conferir como está a valorização do dólar, existem locais que o dólar é muito mais barato do que outras moedas.

E por ser mais barato, tenha cuidado, primeiramente tenha certeza que a única moeda que você irá utilizar é o dólar, caso contrário, você terá que pagar a diferença.

Tendo em mente que a moeda escolhida será o dólar, tenha noção que você sempre irá acabar pagando o IOF somado com o valor que a casa de câmbio precisa. Mas não se preocupe, não é nenhum valor absurdo, a porcentagem é baixíssima.

A compra deve ser feita de preferência aqui no Brasil, independente do local que você vá! Se o local não aceitar o dólar, efetue a troca e acerte a diferença no outro país.

 E se eu quiser trocar apenas o real no exterior? Não faça isso! Como comentamos no início do texto, o real não tem muita circulação no exterior. Você vai ganhar pouquíssimo dinheiro na hora da troca, portanto, é um investimento que não vale a pena. Por isso, exclua essa ideia, só use-a em casos extremos como países aqui da fronteira brasileira.

Quais são as vantagens de levar dinheiro? Tem alguma desvantagem? A principal vantagem que vejo é a praticidade de ter o dinheiro em mãos e fazer a entrega tranquilamente. Mas eu não considero essa a única alternativa! Primeiro porque você irá andar com muito dinheiro na carteira e isso chega até ser perigoso, tendo que até declarar esse valor para a Receita Federal, além de correr o risco de furto. A minha dica, é levar apenas uma parte do dinheiro e o restante utilizar no cartão!

Essas são as três opções que você pode usar para comprar o dólar durante uma viagem, as três opções são bem interessantes e podem ser usadas de maneira conjunta. Só é necessário um planejamento bem adequado para não sair perdendo nas contas. Espero ter ajudado!

Se tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre o assunto, ou se preparar para a sua viagem, acesse o nosso site: https://www.cambiostore.com/dolar e veja todas as coisas que temos a oferecer.