As funções do mercado financeiro

As funções do mercado financeiro

Em termos gerais, ao mercado financeiro corresponde a função de irrigar recursos para a economia. Então mercado financeiro entende-se como o conjunto de entidades e operações de ativos com diferentes graus de liquidez e ativo financeiro, e qualquer título representativo de parte de um patrimônio ou de dívida, incluindo o dinheiro que não é mais do que um título representativo do tesouro para com o resto da economia.

O mercado financeiro considera duas divisões que correspondem ao mercado de crédito e o mercado de capitais. O primeiro é definido como o conjunto de operações a curto e médio prazo, especialmente, destinado ao financiamento de consumo e de capital de giro de empresas, em geral, através de intermediários financeiros bancários. O mercado de capitais são as operações a médio, longo e prazo indeterminado destinados a investimentos, por meio de financiamento do capital fixo, dentro do processo de formação de capital das economias.

O papel do mercado financeiro de induzir a poupança para o investimento de uma forma prioritária e eficiente, particularmente na economia de mercado, dada a concorrência pela captação de recursos entre as várias entidades especializadas, principalmente quando esses estão escassos. Nos países desenvolvidos, o alto nível de renda percapita permite um excesso de poupança, que é canalizado por uma estrutura convenientemente desenvolvida, ainda em forma de empréstimo ou investimento transnacional. No que se refere a uma economia em vias de desenvolvimento ou subdesenvolvida, surge a limitação estrutural do baixo nível de poupança da população e a condicionada e inequitativa distribuição de renda. Acrescenta-se a isso, geralmente, o incipiente desenvolvimento do mercado de capitais e uma eficiente transferência de recursos entre os setores, apesar do bom nível de renda externa que possa ter em um dado momento.

Os mercados financeiros são classificados com base em sua estrutura, como o mercado financeiro especializado, onde as entidades se determinam por sua atividade econômica, isso quer dizer que cada função que compõe a atividade financeira está associada à uma instituição que a desenvolva. Em outras palavras, cada instituição, teria uma órbita de competência, para cumprir determinadas funções financeiras, com exclusão das demais.

Uma divisão oposta é dada pela Banca Universal ou Múltiplo, que corresponde ao monopólio da banca para o exercício de todos os serviços que tenham relação com o crédito. A expansão dessas entidades bancárias se dá na medida em que surjam novas necessidades ou aplicações financeiras.

Por fim, Os bancos centrais atuam como agentes do governo para o controle do sistema de crédito, emitem notas, atuam como banqueiros do governo e fazem empréstimos dos bancos comerciais e os mercados de dinheiro, atuam como líderes nas estruturas das taxas de juros, controlando a taxa de empréstimo de última instância e realizam transações com outros bancos centrais.

//]]>