5 dicas de planejamento para o seu intercâmbio

5 dicas de planejamento para o seu intercâmbio

Imagine poder morar fora do país pelo tempo suficiente para conhecer muito bem toda a cidade e região que você elegeu, entender afundo a cultura local e ainda, fazer algum curso que agregue muito em seu currículo – seja ele de inglês ou qualquer outro tipo de aperfeiçoamento.

É por estas e outras que tantos jovens e adultos sonham com a possibilidade de fazer um intercâmbio e a boa notícia é que, aqui no Brasil, está cada vez mais fácil poder realizar este sonho.

Para tanto é preciso apenas um bom planejamento! Quer saber como? Então acompanhe o post de hoje!

Os 5 passos para planejar seu intercâmbio

#1. Escolha uma agência de confiança

Pesquise bastante sobre as agências de intercâmbio da sua região para não cair em uma cilada. O ideal mesmo é buscar por pessoas que já fizeram intercâmbio com tais instituições e perguntar como foi a experiência.

#2. Defina o local e a modalidade de intercâmbio

Analise as opções de intercâmbio disponíveis para sua idade e situação. Existem aquelas de trabalho e estudos, só estudos, para universitários, para adultos formados, entre outras. Depois de ter isso definido, chega a hora de eleger o destino para o intercâmbio – e geralmente esta é a parte mais divertida!

#3. Preste atenção nos detalhes

A parte mais burocrática geralmente fica por conta da agência de intercâmbio, como matrículas nas escolas, contato com as famílias em caso de au pair, etc. Além disso, são eles que mobilizam toda a documentação, você apenas precisa entregar o que eles pedem.

Apesar de toda a facilidade, preste muita atenção em todos os processos para que não seja pego de surpresa. Assim, saberá responder a qualquer questionamento sobre seu intercâmbio, seja na imigração, na escola ou na hora de encontrar um emprego.

#4. Faça uma reserva financeira

Mesmo que você já tenha pagado as despesas com a agência de intercâmbio, o curso e a passagem, ainda assim é preciso haver uma boa reserva financeira, afinal, imprevistos sempre podem acontecer.

Se seu caso não for au pair, também existe a questão de quanto tempo você levará para encontrar um emprego, e a cada dia que você passa sem um job, mais vai diminuindo a reserva de dinheiro.

banner-blog-bidollar

#5. Falando em dinheiro, fique atento na hora de trocar o seu

Aqui temos três dicas em uma só. A primeira é pra que você fique de olho nas taxas praticadas aqui no Brasil. Pois é, apesar de o câmbio de dólares ser o mesmo, as taxas para troca variam muito. Por isso, se você não quer perder dinheiro, vá em busca daquelas que são mais favoráveis.

A segunda é: acompanhe as cotações diariamente e vá trocando seu dinheiro aos poucos. Assim você não corre o risco de pagar o câmbio super alto hoje e ver na semana que vem que ele está noventa centavos mais barato.

A terceira é: divida a quantia que vai levar de diversas formas, assim, em casos de extravio de bagagem ou mesmo um assalto, você não fica de mãos abanando. Neste post mostramos algumas opções para levar seu dinheiro para fora.

Com isso tudo em mente vai ficar muito mais fácil planejar seu intercâmbio. E a dica final é: pesquise, pesquise muito. Sobre locais, sobre a oferta de empregos, sobre a qualidade dos cursos. Aproveite que a internet te oferece essa chance e descubra tudo sobre o destino e o intercâmbio que você está pensando em fazer!

E na hora de pesquisar sobre o câmbio, conte com a ajuda do Bidollar! Além de termos dicas incríveis para os viajantes, ainda oferecemos cotação em tempo real e as melhores taxas do mercado! 

//]]>